Caro leitor

Este blog é a fiel expressão da minha visão de mundo.

Acredito na ideia do todo, onde todos somos um e que minhas atitudes, minha forma de pensar geram energias que refletem na existência do outro. Daí a importância de estarmos sempre na frequência do bem, dos bons pensamentos, vibrando sempre na frequência de Luz. Estamos em aprendizado e as falhas, as tentações, deslizes ao retrocesso estão conjugados ao nosso Ser. Devemos estar atentos aos nossos pensamentos, atitudes e tipo de energia que emitimos e expandimos para o Universo. Espero que os textos que escrevo e os de outros autores que aqui publico,possam acrescentar algo de construtivo para os que lerem.

(Hilda Stein)

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

A RESIGNAÇÃO DA PITANGUEIRA




Em certas circunstâncias da vida em que já fizemos a nossa parte e que dependemos de aguardar respostas que fogem do nosso controle, uma inevitável inquietação nos domina.

E nestas horas para alguns bate aquela compulsividade de roer as unhas, devorar um pacote inteiro de bolachas ou mergulhar num mar de ansiedade.

A expectativa de esperar sair o resultado de uma classificação em uma prova, de um resultado de um exame suspeito, uma resposta de entrevista de trabalho, um telefonema de alguém especial , a chegada de um bebê, o dia do casamento, o dia da festa de 15 anos para as debutantes e tantas outras situações que somos dominados pela angustia da espera que corroí cada minuto com total crueldade.

E dominada por esta ânsia resolvi me abrigar em uma pitangueira que tenho no meu quintal, carregada de pitangas, saboreando as frutas, pude observar a natureza daquela árvore, que ali estava para me servir com seus saborosos frutos.


Sem ansiedade e sem stress, a pitangueira faz a parte dela e aguarda que alguém colha seus frutos que por sua vez estão ali para serem colhidos. E se ninguém colher, eles apodrecem, caem e voltam para terra, cumprindo o ciclo natural da vida.

E no momento seguinte, a árvore sem revolta floresce e novamente produz seus frutos, cumprindo majestosamente a parte que lhe cabe na natureza.
E assim é a nossa vida, tudo acontece a seu tempo, da forma que tem que acontecer, com ou sem stress, nada irá alterar o curso dos acontecimentos.

Este é o nosso livre arbítrio, atravessar com tranquilidade ou com turbulências emocionais.

Nós humanos temos esse direito de escolha.