Caro leitor

Este blog é a fiel expressão da minha visão de mundo.

Acredito na ideia do todo, onde todos somos um e que minhas atitudes, minha forma de pensar geram energias que refletem na existência do outro. Daí a importância de estarmos sempre na frequência do bem, dos bons pensamentos, vibrando sempre na frequência de Luz. Estamos em aprendizado e as falhas, as tentações, deslizes ao retrocesso estão conjugados ao nosso Ser. Devemos estar atentos aos nossos pensamentos, atitudes e tipo de energia que emitimos e expandimos para o Universo. Espero que os textos que escrevo e os de outros autores que aqui publico,possam acrescentar algo de construtivo para os que lerem.

(Hilda Stein)

Google+ Followers

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

DEPRESSÃO, UM ASSUNTO QUE ANDA EM ALTA ULTIMAMENTE.

Depressão é um assunto que anda em alta ultimamente. Os que estão do lado de fora da situação julgam “frescura, falta de ocupação, capricho” e os que sofrem de depressão se julgam vítimas de um mal devastador. A verdade é que só quem passa pela situação consegue avaliar o que sente. Este mal que assola parte da humanidade faz um verdadeiro estrago na vida da pessoa. O desânimo, a falta de vontade de viver e realizar algo de bom são sombras constantes na mente do deprimido. A internet que muitos julgam ser uma aliada de forma positiva, ao contrário, colabora e muito para o isolamento total, afasta a pessoa da realidade que se acomoda a um mundo virtual, onde tudo parece ser lindo e maravilhoso. No mundo virtual a depressão é cultuada por alguns que se tornam doutores no assunto por não conseguirem a libertação e ainda existe os que não sofrem desse mal, mas que em atitude solidária incentivam e alimentam os que sofrem ,por meio de textos que fazem alusão a essa doença. A verdade é que todos nós passamos por esse processo de depressão, quando somos contrariados em alguma coisa, frustrados por algo que não conseguimos atingir, por um amor não correspondido, pela impotência de não conseguirmos mudar determinada situação desconfortável, por recordações do passado, por estarmos acima ou abaixo do peso ideal, enfim, inúmeras são as causas que nos levam ao estado depressivo. A diferença está na forma com que a pessoa encara o problema. A vitimização é uma forte aliada à depressão. Enquanto a pessoa estiver alimentando este sentimento, mais ela se tornará presa a esta doença. A pessoa deprimida é presa fácil para os vampiros que se encontram espalhados pelo astral e se alimentam desse sentimento negativo, dificultando a libertação do vampirizado, tornando-os apáticos, sem vontade de viver, dependentes compulsivos de remédios e sentimentos negativos, levando a vítima à morte. Sabemos que a morte não é o fim e sim o início de um processo que nessa situação pode ser muito mais dolorido. Um tratamento com medicamentos indicados por um profissional consciente ajuda, mas se a própria pessoa não se conscientizar que precisa se libertar desse processo e lutar contra toda essa energia que a mantém prisioneira dessa doença, não há tratamento no mundo que resolverá o problema e proporcionará a libertação. Essa atitude tem que partir da própria pessoa. Essa força está dentro de cada um. Todos nós somos capazes de vencer qualquer desafio por mais difícil que seja. A essência Divina está dentro de cada um e é capaz de transformar a sombra em Luz, a doença em saúde, o desespero em esperança, a fraqueza em força e o rancor em amor. Afaste a depressão com pensamentos positivos, através da meditação e do encontro com sua essência Divina, liberte-se daqueles que querem fazer de você um instrumento do sofrimento. Tenha sempre em mente que você está neste mundo para ser feliz, com total capacidade para realizar todos os seus sonhos. Faça projetos para o futuro, ocupe sua mente e seu coração com bons sentimentos, saia um pouco do mundo virtual e procure algo real que lhe dê prazer....dança, canto, esporte, enfim, viva essa vida que é sua e super passageira e que só pode ser vivida por VOCÊ!

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Libertação da culpa para o alcance da cura física

A culpa é um dos grandes agentes nocivos para corpo físico. Ela se fixa no plano mental e destrói gradativamente o físico de uma pessoa. Ter consciência dos erros cometidos no passado é de suma importância, estes devem ser analisados em seus atos e consequências, mas não devem representar um fardo a ser levado adiante. O reconhecimento da falha implica na correção à medida do possível da mesma, com a consciência de que não há possibilidade de voltar no tempo para repará-la e sim que não seja cometida novamente. O autoperdão é necessário para o processo de cura, pois enquanto a mente não se liberta da culpa, o corpo não libera o mal nele causado. Se autoperdoar não significa estar livre das consequências e sim entendê-las sem revolta, com a consciência de que o resgate já está sendo feito sem que seja necessária a autopunição. As provas e expiações fazem parte desse plano. Aqui existe a possibilidade dos erros e correção. Mediante a compreensão das falhas, ocorre o crescimento espiritual. As falhas devem ser analisadas de acordo com o contexto apresentado para melhor compreensão dos atos praticados. Uma série de fatores implica nas atitudes e reações de cada Ser vivente. O esclarecimento não está ligado a culpa e sim a análise de todo o processo, a compreensão das atitudes praticadas e a correção na medida do possível em situações futuras. A essência maior da vida não se resume em não cometer erros e sim ter consciência dos mesmos e resgatá-los assumindo as consequências sem autopunição. “Orar e Vigiar”, a oração faz parte da conexão com o “Eu Superior” capaz de trazer à consciência os erros cometidos. Vigiar implica na correção dos erros e se não for possível a correção que se faça presente a consciência das consequências e a não repetição dos mesmos. Com o processo evolutivo acelerado, as falhas devem ser corrigidas de imediato e não postergadas para serem corrigidas no ciclo seguinte. Deve-se considerar falha todo ato que prejudica terceiros e principalmente a si próprio. Os fatores internos que prejudicam o corpo físico têm o mesmo peso dos externos. O descaso com o corpo físico é uma grande falha e este não está só associado à má alimentação, excessos, drogas, etc... Os sentimentos negativos alimentados em nossa mente têm força suficiente para danificar o corpo físico tal qual a fatores externos. Vigiar os pensamentos e sentimentos é um exercício que deve ser considerado para que a saúde física seja poupada de agressores que se transformam em doenças que podem ser irreversíveis. O Poder de cura e transformação está dentro de cada um. Os médicos, amigos, familiares e irmãos da espiritualidade, representam o suporte para auxílio da cura, mas a responsabilidade maior está no interior de cada um, na capacidade de autoanálise e superação das provas apresentadas, sem que haja sentimento de autopiedade e autopunição. A sabedoria individual consiste em analisar todo o processo vivido e ajustar a auto conduta a fim de alcançar a essência Divina que habita em cada Um. Para que a consciência coletiva se torne Uno com o Pai é necessário o esforço para a transformação individual. Todos pertencem a um Todo, mas cada partícula desse todo é única. Canalizado por Hilda Stein em 17/02/2014.