Caro leitor

Este blog é a fiel expressão da minha visão de mundo.

Acredito na ideia do todo, onde todos somos um e que minhas atitudes, minha forma de pensar geram energias que refletem na existência do outro. Daí a importância de estarmos sempre na frequência do bem, dos bons pensamentos, vibrando sempre na frequência de Luz. Estamos em aprendizado e as falhas, as tentações, deslizes ao retrocesso estão conjugados ao nosso Ser. Devemos estar atentos aos nossos pensamentos, atitudes e tipo de energia que emitimos e expandimos para o Universo. Espero que os textos que escrevo e os de outros autores que aqui publico,possam acrescentar algo de construtivo para os que lerem.

(Hilda Stein)

Google+ Followers

terça-feira, 14 de abril de 2015

IMPREVISTOS PREVISTOS




Einstein afirma que tudo acontece na hora certa e que tudo acontece exatamente como deve acontecer.
Sendo assim, o que chamamos de imprevistos, estão previstos em nossa vida.
Existe uma resistência muito grande em aceitar o novo. Mudanças incomodam, porque sair da zona de conforto dá trabalho e pode ser dolorido.
No livro “Ser como o rio que flui” de Paulo Coelho, há uma reflexão muito interessante:
“Desde que fiz o caminho de Santiago, entendi que – embora a vida continue, e sejamos todos eternos – esta existência vai acabar um dia. Pessoas pensam muito pouco na morte. Passam suas vidas preocupadas com verdadeiros absurdos, adiam coisas, deixam de lado momentos importantes. Não arriscam, porque acham que é perigoso [...] Se pensassem um pouco mais na morte, não deixariam jamais de dar o telefonema que está faltando. Seriam um pouco mais loucas [...]”.
A verdade é que as pessoas ficam presas a dogmas e conceitos que criam ou que lhes foram passados ao longo da vida. E assim sendo, deixam passar excelentes oportunidades e em seguida lamentam-se.
É impressionante o poder que as pessoas têm de complicar a vida. Ora, se existe uma situação nova, esta deve ser encarada e desfrutada o máximo, sem desperdiçar a oportunidade. Estamos aqui de passagem, somos seres em constante transformação e não há quem se transforme sem caminhar, sem arriscar, sem viver!
Sim, porque viver é encarar a vida de frente, sem medo de mudanças.
Viver é caminhar, investir, amar, trabalhar, sonhar, realizar, esperar, alcançar, desejar, cantar, dançar e acima de tudo entender que os imprevistos são previstos e que tudo faz parte da nossa lenda.
O homem que passa a vida inteira tentando ser “politicamente correto”, desprezando suas emoções, seus sonhos e sua essência, não vive, vegeta.
Parafraseando Raul Seixas, “Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante a ter aquela velha opinião formada sobre tudo”. E quando chegar ao final... quero ter a certeza de que transformei a minha vida em grandes momentos.Porque a vida só se justifica, se vivida intensamente!