Caro leitor

Este blog é a fiel expressão da minha visão de mundo.

Acredito na ideia do todo, onde todos somos um e que minhas atitudes, minha forma de pensar geram energias que refletem na existência do outro. Daí a importância de estarmos sempre na frequência do bem, dos bons pensamentos, vibrando sempre na frequência de Luz. Estamos em aprendizado e as falhas, as tentações, deslizes ao retrocesso estão conjugados ao nosso Ser. Devemos estar atentos aos nossos pensamentos, atitudes e tipo de energia que emitimos e expandimos para o Universo. Espero que os textos que escrevo e os de outros autores que aqui publico,possam acrescentar algo de construtivo para os que lerem.

(Hilda Stein)

Google+ Followers

terça-feira, 29 de julho de 2014

Viver é navegar em um mar de emoções




Revendo algumas fotos antigas de pessoas que não fazem mais parte desta vida, refleti como a nossa passagem por aqui é rápida e imprevisível. Hoje estamos aqui, amanhã quem sabe não estaremos mais. Então percebi quantas coisas ainda não fiz e pretendo fazer. Deparo-me constantemente com pessoas que se dizem cansadas e esgotadas da vida, que nada produzem e são atormentadas pela ansiedade de causas que desconhecem, vivem como verdadeiros zumbis que morreram e perambulam sem planos e objetivo nesta jornada. Tantos são os caminhos a desbravar, tantas montanhas para escalar, tantas emoções para experimentar.
Osho em seu livro, Maturidade, aborda o comportamento de pessoas que ficaram presas no passado e não vivem o presente, pessoas que não passaram pelas etapas da vida.
Podemos constatar este simples fato, observando mulheres que não aceitam o avanço da idade e mexem tanto no rosto que ficam desfiguradas, feias e infelizes.
As marcas do tempo representam a história de vida que valorizada se torna um verdadeiro tesouro. Quando ficamos presos no passado, não vivemos o valioso presente e não damos valor aos momentos importantes da vida.
Que maravilha, poder encarar a vida de frente, ter sonhos, viver com intensidade, não ficar presa a falsos valores, tocar o coração das pessoas, cantar e dançar, falar “abobrinhas” sem a preocupação dos olhos alheios, expressar opinião sem medo do julgamento, apreciar as coisas simples que são presenteadas com a verdadeira beleza.
Viver é navegar em um mar de emoções, é um presente verdadeiramente Divino.

“A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se feche e a peça termine sem aplausos.” ( Charles Chaplin)