Caro leitor

Este blog é a fiel expressão da minha visão de mundo.

Acredito na ideia do todo, onde todos somos um e que minhas atitudes, minha forma de pensar geram energias que refletem na existência do outro. Daí a importância de estarmos sempre na frequência do bem, dos bons pensamentos, vibrando sempre na frequência de Luz. Estamos em aprendizado e as falhas, as tentações, deslizes ao retrocesso estão conjugados ao nosso Ser. Devemos estar atentos aos nossos pensamentos, atitudes e tipo de energia que emitimos e expandimos para o Universo. Espero que os textos que escrevo e os de outros autores que aqui publico,possam acrescentar algo de construtivo para os que lerem.

(Hilda Stein)

quinta-feira, 24 de julho de 2014

DE FRENTE PRA VIDA




A vida é feita de momentos e os momentos devem ser vividos com intensidade.
Não devemos perder tempo com ressentimentos e pensamentos negativos.
Nossa essência é o amor, cultivá-lo engrandece o nosso ser.
As derrotas e decepções são degraus para o nosso crescimento.
Os desafetos são instrumentos para que possamos desenvolver nossa tolerância e compaixão.
Mensagens negativas e derrotistas devem ser descartadas e afastadas do nosso caminho.
Caminhar em paz, visando o melhor, sem críticas e julgamento ao próximo é o reto caminho que devemos seguir.
A meditação, ou oração, é o combustível para atingirmos nossa plenitude.
A felicidade é algo intrínseco que independe de fatores externos.
Estar em paz é aceitar os desígnios da vida e entender nossa missão.
Saber à que viemos, arregaçar as mangas para cumpri-la com a consciência de que não será fácil, mas o difícil é o que contribui para a nossa evolução.
Passar a vida fugindo das emoções, sem encarar as dificuldades é como deixar uma prova em branco sem responder as questões.
As conquistas são merecimento e dependem do nosso esforço e determinação para alcançá-las, não podemos delegá-las a ninguém porque a chave do nosso sucesso somos nós que possuímos.

“O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada. Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.” ( Cora Coralina)