Caro leitor

Este blog é a fiel expressão da minha visão de mundo.

Acredito na ideia do todo, onde todos somos um e que minhas atitudes, minha forma de pensar geram energias que refletem na existência do outro. Daí a importância de estarmos sempre na frequência do bem, dos bons pensamentos, vibrando sempre na frequência de Luz. Estamos em aprendizado e as falhas, as tentações, deslizes ao retrocesso estão conjugados ao nosso Ser. Devemos estar atentos aos nossos pensamentos, atitudes e tipo de energia que emitimos e expandimos para o Universo. Espero que os textos que escrevo e os de outros autores que aqui publico,possam acrescentar algo de construtivo para os que lerem.

(Hilda Stein)

quarta-feira, 16 de abril de 2014

"Mulher é bicho esquisito, todo mês sangra"


“Mulher é bicho esquisito, todo mês sangra”
(Rita Lee)

O Universo feminino é tão complexo e pra completar somos vítimas de tal Tensão Pré Menstrual, que mexe com todos os nossos hormônios. Durante este processo ficamos insuportáveis, o bom é que reconhecemos isso.
Somos tomadas pelos mais diversos sentimentos, até aquele gatinho na rua abandonado é motivo de choro.
No mercado, na padaria, no açougue, onde quer que seja se pedirmos alguma coisa e não formos atendidas adequadamente já é motivo de lançar uma raiva crucial sobre a vítima e dependendo do temperamento de cada uma, pode ir de um olhar fuzilante a um acesso de nervos.
Os maridos, namorados, companheiros, são o alvo principal, são as vítimas. Tudo que eles falam ou fazem é motivo de críticas e censuras.
O descontrole impera, quando subimos na balança, se estivermos acima ou abaixo do peso, choraremos da mesma forma, porque nos sentimos feias, gordas, magras, ficamos péssimas.
A vida passa de azul à cinza em um piscar de olhos.
Para sair de casa é outro problema sério neste período, a barriga fica maior, e aí nenhuma roupa serve, o espelho passa a ser o nosso maior inimigo.
As contrariedades rotineiras assumem a dimensão de um maremoto.
É um verdadeiro turbilhão em nossos sentimentos, ficamos angustiadas, nostálgicas, irritadas, insuportáveis, nem nós mulheres nos aguentamos.
Ainda bem que como dizia minha saudosa e sábia mãe: “tudo nesta vida passa”.
Passado esse período, tudo volta ao normal até o próximo ciclo menstrual.
Com toda essa explosão de sentimentos, temos que admitir que o mundo sem as mulheres não teria a menor graça. Somos capazes de colorir a vida com nossas emoções!